• comunicaagapan

Polígonos de exclusão de pulverização aérea de agrotóxicos em pauta no Agapan Debate

O Agapan Debate da próxima segunda-feira, 26 de setembro, será o primeiro presencial passados mais de dois anos da pandemia. Voltaremos aos históricos encontros trazendo para discussão um assunto de extrema urgência: os riscos gerados pela aplicação aérea de agrotóxicos e as consequências sofridas por famílias de agricultores ecologistas do assentamento Santa Rita de Cássia II, em Nova Santa Rita, região metropolitana de Porto Alegre.


Para falar sobre o tema, convidamos Alice Hertzog Resadori, professora, doutora em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), mestra em Direito, com ênfase em Direitos Humanos, membro da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares (RENAP) e integrante do Instituto de Pesquisa em Direitos e Movimentos Sociais (IPDMS), e Irma Maria Ostroski, agricultora ecológica assentada em Nova Santa Rita, integrante do grupo de famílias atingidas por derivas de agrotóxicos em 2020 e 2021 e uma das responsáveis pela articulação das vítimas do veneno.


A bióloga Simone Azambuja, vice-presidente da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), será a responsável pela mediação do evento, que ocorre às 19h no Auditório da Faculdade de Arquitetura (UFRGS). O Agapan Debate é realizado desde 1971.


AGAPAN DEBATE PRESENCIAL | EDIÇÃO SETEMBRO 2022

Data: 26/09 (segunda-feira)

Horário: 19h

Local: Auditório da Faculdade de Arquitetura (UFRGS) – Rua Sarmento Leite 320, Centro Histórico, Porto Alegre (RS)

Tema central: Agrotóxicos

Painéis:

▪️ Polígonos de exclusão de pulverização aérea: o que são e medidas jurídicas

Palestrante – Com Alice Hertzog Resadori (RENAP e IPDMS)

▪️ A luta das famílias atingidas contra a deriva de veneno – Com Irma Maria Ostroski (Agricultora ecológica – Nova Santa Rita)

Mediação: Simone Azambuja (Agapan)

Evento gratuito


Anahi Fros | Comunicação Agapan