• Agapan

Evento virtual, lançamento de vídeo e homenagem marcam 50 anos da Agapan


A diretoria, associados e apoiadores da Agapan celebraram no dia 27 de abril a trajetória de 50 anos da organização através do lançamento de um vídeo institucional que resgata a história da organização e sua luta ininterrupta em defesa das pautas ambientais e da geração de novos valores de desenvolvimento humano. O evento ocorreu de forma virtual por conta da pandemia por Covid-19.


A transmissão – que pode ser conferida neste link –, contou com dois momentos. No primeiro, Francisco Milanez, presidente da Agapan, Heverton Lacerda, vice-presidente, e Edi Xavier Fonseca, ex-presidente e conselheira, fizeram uma abertura saudando as centenas de pessoas que assistiam e participavam ativamente da atividade através de inúmeras mensagens registradas no chat.


Também apresentaram as novas camisetas, alusivas ao aniversário, disponíveis na loja virtual no Instagram, anunciaram o novos site, citaram a campanha da nova sede junto a um apelo por doações para concretização da demanda e falaram da trajetória da associação, citando alguns dos importantes nomes que ajudaram a construir a entidade ao longo dos anos.


No segundo momento, ocorreu a transmissão do vídeo documentário, que está disponível sem interrupções neste link. Ele registra importantes passagens da Agapan pela voz de seus associados e apoiadores que, a próprio punho, gravaram de suas casas trechos da história e depoimentos para compor o material. A costura das falas se deu com a inclusão de diversas fotografias históricas, afinadas com perfeição à trilha sonora assinada pelo produtor musical, violonista, compositor e associado Carlos Badia, edição assinada pelo Coletivo Catarse.


“Temos muito a agradecer, porque na verdade tudo que a Agapan é são as pessoas. A Agapan contou sempre com o mais alto nível de cientistas, técnicos, advogados, entre outros. Temos essa riqueza, que nos transformou em uma entidade tão combativa, com pareceres sempre pertinentes”, destacou em sua fala o presidente da organização, Francisco Milanez.


Durante a live, foi apresentada imagem do terreno da Agapan, localizado na esquina das avenidas Aureliano de Figueiredo Pinto e Praia de Belas, espaço cedido pela prefeitura, que ganhou recentemente grafite do artista visual Amaro Abreu. Em junho, completam dez anos desde a demolição criminosa do galpão que abrigava a sede, no mesmo local.


Medalha do Legislativo estadual reconhece meio século de atuação


No dia 29 de abril, foi a vez de a Agapan receber a Medalha da 55ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul em evento igualmente virtual – acesse aqui – devido às restrições impostas pela pandemia. A honraria foi entregue pelo deputado Fernando Marroni (PT) por ocasião do aniversário da entidade.


“A Agapan jamais se omitiu, ao contrário, sempre se manifestou publicamente nos momentos críticos da conjuntura de crise ecológica e civilizatória em que vivemos”, afirmou o deputado em sua fala.


Marroni ainda ressaltou a participação da instituição na criação da Lei Estadual nº 7.747/1982, que dispõe sobre o controle de agrotóxicos e outros biocidas, que é anterior e mais protetiva que a própria legislação brasileira, tendo servido como exemplo para legislações de outros estados.


“A Lei Gaúcha dos Agrotóxicos, mais do que pedida, foi construída com o imprescindível apoio da entidade”, disse o deputado, citando ainda a recente posição contrária da Agapan ao PL 260/2020, que tramita na Assembleia para liberar a comercialização de agrotóxicos em solo gaúcho banidos há 30 anos e que não tem seu uso autorizado nos países em que são fabricados.


“A questão mais essencial da vida é a ambiental. Apelamos aqui e aproveitamos essa homenagem, com a qual estamos muito felizes e orgulhos, para pedir à Assembleia que nos ajude fortemente a educar e divulgar outra possibilidade de desenvolvimento que as pessoas não enxergam. O verdadeiro desenvolvimento só ocorre em harmonia com a natureza”, apelou o presidente da Agapan, Francisco Milanez.


Também tiveram espaços de fala Heverton Lacerda, Edi Xavier Fonseca e Ana Valls Atz, conselheira da Agapan.


Estavam presentes na sala virtual como convidados a deputada Sofia Cavedon, o professor Alfredo Gui Ferreira, sócio-fundador da Agapan, Andreia Maranhão Carneiro, bióloga e filha de Augusto Carneiro, Ana Marchesan, promotora de Justiça do Ministério Público Estadual, Roni Bonow, do CAPA Pelotas, Marilia Longo do Nascimento, presidente da Comissão de Direito Ambiental da OAB/RS, professora Ursula Rosa Da Silva, vice-reitora da UFPEL, Flavia Rumi Steinbruch, representante da Defensoria Pública do Estado do RS; professor Marcelo Dutra, da FURG, Nídia Heringer, reitora do IF Farroupilha, Leonel Radde, vereador de Porto Alegre, Getúlio Vargas Jr., presidente da Confederação Nacional das Associações de Moradores (Conam), Paulo Roberto Menezes, do Conselho Municipal do Meio Ambiente e associado da Agapan, e Ricardo Pereira, representando o vereador Pedro Ruas, além de associadas e associados da entidade.


Assessoria de Comunicação Agapan

Anahi Fros | Jornalista | MTE 9420