20 agosto 2009

Mais apoiadores ao Não!!!


O "espigão" e a faixa-arte de Zoravia Bettiol

O Guaíba não nos pertence; ele percence à História e
pertence ao Futuro. Temos de honrar esse compromisso de um
espaço do qual somos mero detentores.

Votar pelo NÃO é ter consciência de que a Natureza, como bem comum, não
pode estar sujeita aos transitórios equívocos de nossas
fraquezas.
Luiz Antonio de Assis Brasil


Não!!! Óbvio que nãooooo! Sou um dos maiores incentivadores pela recuperação do Lago... rio ...chame como quiser... Guaíba! Certa feita fui gravar uma reportagem pela Ulbra Tv. Um simples passeio de barco e de cara me deparei com uma fralda suja boiando. Mas que barbaridade! Disse eu como um bom gaúcho. Durante anos promessas foram feitas e nada de salvarem a orla do Guaíba!

Algo deve ser feito. Concordo! Uma praça quem sabe... junto com uma limpeza! Tudo limpo e para o povo! Meu falecido e amado pai me falava sobre a época em que o povo desfrutava do rio! Ou lago! Enfim... mas daí entregar este patrimônio para poucos, com o aval da construção civil? Da famigerada construção civil! Fala sério!

Sou um crítico feroz dos "espigões" e do "pombal" de 20 andares!!! Estabelecimentos comerciais pelo menos trarão o povo para a orla, mas residências?

Duvido muito que todos serão convidados a desfrutar de tal regalia oferecida para poucos! Eu queria uma praça bonita! Aceito estabelecimentos que me levem a passar uma tarde perto do meu rio, do nosso rio ou lago! Mas residências nãooooooooo! E ponto Final!!!
Se ajudar em algo...fico feliz! E vamos Votar hein!!!

Bjão e boa sorte para o nosso povo...e para o nosso rio... ou lago hehehehehe!

Luiz Gustavo Ferreira - BIVIS da POP ROCK




Votar Não é dizer sim ao Guaíba, ao por do sol, às pessoas e a Porto Alegre.
Mirna Spritzer


Aos doze anos tomei banho no GUAIBA na PRAIA de BELAS em frente ao PÂO dos POBRES. Não me fez mal, pois cheguei - lúcido e satisfeito- aos 73 anos. A poluição não atigia as águas do rio. havia o trem para Tristeza que levava a poluição bem longe e para lugar seguro.

Por que não se pode fazer isto por meios mais modernos do que uma velha Maria FUMAÇA?
Em vez de projetos adequados e coerentes para esta solução dentro dos parãmetros contemporâneos ... joga-se para a população se dividir ... projeto de ocupar o lugar do ESTALEIRO SÒ - que era um templo de trabalho e bem comum

- Este lugar NÃO PODERÁ se transformar em um instrumento para exercício de avareza para alguns privilegiados e a desgraça de toda população da capital e do estado.
Círio Simon

Desde que eu cheguei por estas terras (1977) assisto (e as vezes participo) de lutas por derrubar o muro da Mauã que separa o Porto do Alegre, que afasta o porto-alegrense do seu rio, que impede que desfrutemos o pôr-do-sol... luta antiga.

Vejamos se eu entendi bem: no dia 23 de agosto terá um plebiscito sobre si queremos quer esse muro seja aumentado? Que mais muros (sejam da forma que for) nos separem do Guaíba? E depois virá mais o quê? Um super-mercado na praia de Ipanema? Uma revenda de carros na Vila Assunção? O progresso tem que ser para os seres humanos e não para as empresas. Construir cidadania e não muros. Defender a natureza e não o lucro que jamais voltará em nosso benefício. Vou votar não.
Néstor Monasterio


Porto Alegre precisa de civilidade, não de empreendimentos megalômanos. Precisamos de respeito ao meio ambiente e, principalmente, precisamos respeitar as pessoas que vivem e trabalham em nossa cidade.

O projeto de reformulação do Pontal do Estaleiro é ousado e tem ares de coisa nova e boa. No entanto, descaracteriza de forma grosseira o perfil da cidade.

A orla do Guaíba não merece ser povoada por construções de gosto árido e duvidoso. Sendo rio ou não sendo rio, o Guaíba ainda resiste heroicamente às investidas da urbanidade selvagem e de suas obras de gosto pedestre e padronizado. Precisamos preservar com amor o pouco, bem pouco, que temos.
Cíntia Moscovich

Na qualidade de escritor, de médico de saúde pública e de cidadão portoalegrense, posiciono-me ao lado daqueles que defendem a preservação ambiental na cidade de Porto Alegre. Nossa capital sempre foi um reduto da consciência ecológica no Brasil, e é importante mantermos fidelidade a uma luta da qual depende o futuro de nossa população.
Moacyr Scliar

Vamos defender a orla para todos e dizer não à privatização da paisagem.
Luis Fernando Veríssimo

Cravaram antes um muro da vergonha no coração da cidade. Mataram, para quem passa por ali, a visão da água. Depois estreitaram o caminho fluvial para plantar asfalto e concreto administrativo.

Deixaram, ao menos, um rastro de verde no Parque Marinha. Agora, por absoluta ganância, querem invadir a ponta do estaleiro. Porto Alegre não merece tanta agressão. O Guaíba, estrangulado, precisa respirar. E todos os moradores querem aproveitar - sem muros, barreiras e espigões - a beleza única do nosso estuário.
Carlos Urbim

2 comentários:

assogue disse...

oi. queria saber quando e de que horas ateh que horas vai serão as votações do pontal...
recebi um email com o lugar queria saber a hora...
abrassao

AGAPAN disse...

A votaçaõ será das 9 horas até as 17 horas. Mas fique atento para ver se sua zona eleitoral, você pode ter que usar outra zona. Veja no link de endereços neste blog.

Vote Não!

Abs
Agapan Comunicação